Google usa a velocidade como factor para o ranking

Este fim de semana foi rico em noticias e se ontem falei dos ataques que existiram por toda a Internet hoje vou falar da novidade que o Google apresentou em que vai começar a usar a velocidade de carregamento de um site como um dos factores para o ranking das pesquisas.

Isto é uma novidade e não é. O facto de um site ser muito lento já o prejudicava nos rankings. Se determinada palavra chave era pesquisada no Google e os visitantes clicavam num site e passado pouco tempo retrocediam e voltavam à pesquisa o Google reparava nisso e começava a ver que o site não apresentava o que os utilizadores queriam e começava a perder alguns lugares. Uma das razões para o site fazer com que os visitantes saíssem logo era a sua velocidade, mas isto era um factor indirecto. Era mais pelo comportamento dos visitantes do que pela velocidade do site.

Agora o próprio Google usa a velocidade como um dos factores para o ranking.

Mas isto não é uma coisa que me pareça que vá afectar muita gente. Como o próprio Google diz esta mudança vai apenas afectar menos de 1% dos resultados e para já apenas aos visitantes que pesquisem em Inglês e no Google.com. Gradualmente irá sendo aplicado a todas as outras línguas e países.

Depois só mesmo um site muito lento é que será penalizado com isto. Se um site demora 5 ou 6 segundos a ser carregado isso não terá diferença nos rankings. Se leva 20 ou 30 segundos já pode começar a fazer. Terá que ser uma coisa bastante lenta porque este factor é apenas um no meio de centenas de outros factores e uma pequena alteração não terá impacto no total.

Algumas das ferramentas que o Google recomenda para verificarem as velocidades:

  • Page Speed, um plugin para o Firefox que avalia a velocidade das páginas e dá sugestões de melhoramento.
  • YSlow, uma ferramenta do Yahoo que sugere melhoramentos para melhorar a velocidade.
  • Nas Webmaster Tools, “Labs > Site Performance” mostra a velocidade do nosso site para utilizadores de várias partes do mundo e com algumas sugestões também.

O Google dá depois um conselho. Devemos optimizar a velocidade de carregamento do nosso site não só para melhorar os rankings mas principalmente para melhorar a experiência dos visitantes do nosso site.

Após uma visita às Google Webmaster Tools reparei que o meu site era bastante lento em comparação com outros. Já fiz duas alterações que espero que melhorem a velocidade. Vou esperar pela actualização.

2 comentários a “Google usa a velocidade como factor para o ranking”

  1. Olá Nelson,
    Desta vez, confirma-se.
    De qualquer modo, pelo que li, penso que será algo com pouca expressão.
    Poderá eventualmente ganhar mais peso, se o site for mesmo lento a carregar. Caso contrário, se pudermos fazer algumas optimizações, é bom, mas eu não me preocuparia em excesso.
    É claro que, poderá vir a ser mais significativo no futuro.
    Abraço,
    JR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *